Crianças aprendem na escola a cuidar da natureza

Anita Garibaldi

Fernando Junior Ambrosio

Os alunos do núcleo municipal Vila Aliança, no interior de Anita Garibaldi, estão envolvidos num projeto de preservação ambiental. Com o auxílio de um técnico, eles implantaram no pátio da escola um pequeno, mas bonito bosque. Ao todo são mais de 40 tipos diferentes de árvores plantadas. Todas essencialmente nativas. Algumas delas, inclusive, já desapareceram das florestas da região. No local existem as espécies medicinais, frutíferas e as estreitamente nobres, como o Ipê roxo e o amarelo.

O Consórcio Machadinho, administra o projeto nas escolas. A finalidade é fazer com que as crianças aprendam brincando a cuidar do meio ambiente existente ao seu redor. "É um rico aprendizado. Além de conhecerem as diversas espécies, as crianças e professores se utilizam das mesmas para estudos e pesquisas", ressaltou a diretora Sandra Dalamico.

Os alunos acompanham o crescimento das árvores. Com a ajuda de uma fita métrica, os adolescentes, podem constatar semanalmente o aumento na altura e na circunferência das árvores. "Isso, é bom porque estão ao mesmo tempo, conciliando matemática com a conscientização ambiental", falou.

No meio do arvoredo as crianças implantaram um corredor de passeio. Nas laterais foram usadas garrafas Pet. A criatividade impressiona. Mais tarde, a intenção é construir bancos para se ter uma área de estudos e leitura, aproveitando a sombra e o ar fresco proporcionado pela mata nativa que se formará com o passar do tempo.

De acordo com a diretora, todos os alunos da escola sentem-se responsáveis pelo bosque, que ainda não tem um nome definido. "Eles tem um carinho muito grande pelo local. É o xodó de cada um. Todos ajudam na preservação e dessa forma a pequena floresta vai se formando no pátio de nossa escola", afirmou.

A aluna Luana Pereira, de apenas 10 anos, diz que aproveita o lugar para brincar no recreio com as colegas de aula. "É muito divertido. Muitas vezes ficamos somente apreciando a beleza e o encanto das arvorezinhas", conta a menina que estuda na 3ª série primária.

Ela revela que sabe identificar quase todas as espécies pelo nome. Mas isso, segundo ela, não acontecia anteriormente. "Eu apenas conhecia o pinheiro e mais nada", lembra a menina que tem no Ipê amarelo a sua árvore preferida.




correiodoslagos

EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos