Enquete

Quem será a rainha da 2ª Festa da Integração dos Lagos?

Abdon Batista - Amanda Besen
Anita Garibaldi - Tatiane Fagundes Maciel
Capão Alto - Poliana Melo Lopes
Celso Ramos - Mariane Ferrari
Cerro Negro - Maria Edilaine Correia Raitz
Vargem - Maria Eduarda Mendes

Apresentar resultado

Palestras de prevenção a Depressão são realizadas em Cerro Negro

Assessoria de Comunicação - 665

Os órgãos municipais de Cerro Negro, preocupados com a população diante últimos acontecimentos que entristeceram a todos, reuniram-se através da Rede de Proteção e Atenção a Criança e Adolescente, composta pelas Secretarias Municipais de Saúde, Assistência Social e Educação, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar, Escola de Educação Básica Professora Otília Ulysséa Ungaretti, Polícias Militar e Civil e a Igreja Católica São Francisco de Paula, para traçarem estratégias de prevenção e melhora na qualidade de vida dos moradores.

Buscando chamar a atenção da população para o tema depressão, foram realizadas diversas palestras informativas sobre o assunto nos Núcleos de Ensino Básico Municipais do interior de Cerro Negro. As palestras foram realizadas pela psicóloga da Unidade Básica de Saúde, Delina Macan, e contou com a participação dos pais dos alunos. Na sede do município, com uma ação mais abrangente, foi realizada palestra com a psiquiatra Inês Gullich e o Padre Fernando Medeiros Cargnin, pároco de Anita Garibaldi, o qual salientou a importância da família. Todas as atividades ocorreram no mês de maio e junho.

Para o segundo semestre serão realizadas atividades com os alunos do 6º ano até o 3º ano do Ensino Médio da Escola de Educação Básica Professora Otília Ulysséa Ungaretti, com as psicólogas da Secretaria de Saúde e do CRAS, Delina Macan e Dariani Arruda Rossi, dando continuidade à ideia das palestras, objetivando a prevenção e promoção da saúde mental, uma vez que o índice de depressão entre crianças e adolescentes vem aumentando a cada ano, tornando-se numa fase mais aguda e perigosa entre os 12 e 17 anos, pois o adolescente é mais suscetível a apresentar um quadro grave mais rapidamente, tendo menos recursos que um adulto para lidar com o problema.


Imagens



correiodoslagos


EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos