Conselho Tutelar de Anita lembra Dia Estadual de Combate à Violência e à Exploração Sexual Infanto-juvenil

Com objetivo de conscientizar a população, em Santa Catarina, 24 de setembro é o "Dia Estadual de Combate à Violência e à Exploração Sexual Infanto-juvenil", instituído através do Decreto Lei 3.644/01. O Conselho Tutelar de Anita Garibaldi preparou um material especial com dicas de proteção de crianças e adolescentes e para o desenvolvimento de um processo de socialização e educação.


O que é violência sexual? Abusar e/ou explorar do corpo e da sexualidade, seja pela força ou outra forma de coerção; envolver criança e adolescente em atividades sexuais impróprias à sua idade cronológica ou ao seu desenvolvimento físico, psicológico e social.


Sobre o abuso sexual:

Acontece com a prática do ato com a criança ou adolescente para satisfação sexual de um adulto. Esse crime ocorre também com a ação de tocar e acariciar as partes íntimas da criança ou adolescente ou, ainda, exibir os próprios órgãos sexuais diante deles/delas.

Induzir ou supor o consentimento da criança não anula a culpa do agressor.


Tipos de violência:

- Negligência: Abandono, falta de cuidados, desinteresse por parte do responsável;

- Violência psicológica: rejeição, discriminação, desvalorização, desrespeito e xingamentos;

- Violência física: Uso da força física com a intenção ou não de ferir, ou com uso da mão e objetos. Queimaduras por objetos líquidos e quentes.

- Violência sexual: Envolver crianças ou adolescentes em atividades sexuais, como estupro, contato físico ou expor a criança a cenas ou material pornográfico.

A violência sexual repercute na saúde física, desde as doenças sexualmente transmissíveis até a gravidez indesejada e na saúde mental das crianças e adolescentes.

Ao suspeitar ou ter a confirmação de uma violência sexual, deve-se:

- A criança/adolescente não deve tomar banho e nem trocar as roupas íntimas antes de ser examinado(a);

- Encaminhar a vítima a um serviço de saúde de referência para as medidas de prevenção das doenças;

- Manter o acompanhamento da criança/adolescente nos serviços da saúde (médico, psicológico, equipe de saúde) até dada alta pelo profissional.


Como denunciar?

Conselho Tutelar - (49) 99933-4557

Polícia Civil de Anita Garibaldi - (49) 3543-0391

Disque Direitos Humanos - 100

Brigada Militar - 190

(Quem não denuncia também violenta)


Indicações de que uma criança e/ou adolescente pode estar sendo vítima de violência:

- Mudanças de comportamento;

- Problemas de aprendizagem;

- Afastamento, isolamento;

- Conhecimento sexual inapropriado para idade;

- Negar-se a voltar para casa e/ou fugir de casa;

- Choro sem causa aparente;

- Ideias ou tentativas de suicídio;

- Lesões físicas

- Doenças sexualmente transmissíveis (DSTs)


Atenção pais e responsáveis, cuidar é prevenir

- Deixar crianças e adolescentes apenas com pessoas confiáveis;

- Monitorar programas de TV e redes sociais;

- Ficar atento às mudanças de comportamento.




correiodoslagos

EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos