Capão Alto

Ciclone extratropical atingiu cerca de 200 casas em Capão Alto

Divulgação - 722

Na tarde do dia 30 de junho e madrugada do dia 01 de julho de 2020, com a passagem pelo Estado do Ciclone Bomba Extratropical, o município de Capão Alto foi acometido por severos danos materiais em residências, galpões e empresas, tanto no perímetro urbano quanto no rural. Foram atingidas também algumas edificações públicas, como a Unidade Básica de Saúde, o Parque de Eventos Juca Vieira, a atual sede do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS Laços Fraternos, sede do Conselho Tutelar Municipal e a nova sede do CRAS que está em fase final de reforma.

Diante deste cenário, a Defesa Civil realizou ações definidas pelo prefeito municipal Tito Pereira de Freitas e coordenadas pela Defesa Civil. Referente às residências, foram realizadas visitas para levantamento de danos e identificadas cerca de 200 unidades habitacionais afetadas por destelhamento. Em virtude da grande demanda por telhas, muitas residências foram provisoriamente cobertas com lonas até que o produto fosse adquirido, e posteriormente foi realizada a entrega das telhas de fibrocimento para a cobertura definitiva. O material foi recebido parte do Governo do Estado através da Defesa Civil Estadual e parte adquirida pelo município com recursos próprios.

Outros fatores agravantes vivenciados pela população foram a falta de comunicação, tanto telefônica quanto via internet, e falta de energia elétrica que consequentemente gerou a interrupção do fornecimento de água pela rede geral de distribuição. Sendo assim, a Defesa Civil do Município realizou a entrega de água potável para a população, apenas para o consumo e preparação dos alimentos. 

Imagens



correiodoslagos

EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos