Alerta de Bandeira Preta em todo o Rio Grande do Sul

Assessoria de Comunicação

A partir de sábado (27/02), todo o Rio Grande do Sul estará sob bandeira preta no modelo de distanciamento controlado. Com o cenário de colapso no sistema de saúde estadual e regional, as regras mais restritivas valerão ao menos até o outro domingo (07/03), em todas as regiões.

O Hospital Nossa Senhora de Oliveira, que é referência nos atendimentos de Pinhal da Serra, lançou uma nota na última quinta-feira (25/02), informando que está com 100% dos leitos ocupados, seja na UTI, na UTI Covid ou no atendimento clínico.

Veja as principais normas da bandeira preta, que passa a vigorar em Pinhal da Serra:

- No serviço público, apenas áreas da saúde, segurança, ordem pública e atividades de fiscalização atuam com 100% das equipes. Nas Unidades de Saúde - Sede e Serra dos Gregórios - permanecerão todos os profissionais da saúde em regime de plantão presencial, sendo que no referido período serão suspensos os atendimentos presenciais de rotina, priorizando somente atendimentos caracterizados como de urgência e emergência. As viagens de encaminhamento serão realizadas somente nos casos de oncologia, hemodiálise e urgência e emergência.

- Na Secretaria de Agricultura; as atividades internas funcionarão em regime de plantão presencial, de acordo com escala definida pela chefia da pasta, e as atividades externas, exercidas pela patrulha agrícola, permanecerão funcionando normalmente.

- Secretaria de Obras e Serviços; funciona normalmente, devido ao fato de que os serviços não envolvem atendimento ao público e estão enquadrados como serviços essenciais.

- Secretarias de Administração e Finanças, Desenvolvimento Social e Habitação, Educação, Turismo, Cultura, Desporto e Lazer; funcionarão em regime de plantão presencial, conforme escala definida pela chefia de cada pasta.

- Restaurantes podem funcionar apenas com telentrega e pague e leve, e 25% da equipe de trabalhadores. Essa definição também vale para lanchonetes, lancherias, padarias e bares. Salões de beleza e barbearias permanecem fechados, assim como serviços domésticos.

- Comércio atacadista e varejista de itens essenciais pode funcionar de forma presencial, mas com restrições: equipes de no máximo 25% dos trabalhadores são permitidas.

- Cursos de dança, música, idiomas e esportes também não têm permissão para funcionar presencialmente.

- No lazer, ficam proibidos de atuar qualquer tipo de eventos, seja em ambiente fechado ou aberto.

- As academias, os centros de treinamento, as quadras, também devem permanecer fechados.

- Locais públicos abertos, como parques, praças, devem ser utilizados somente para circulação, respeitado o distanciamento interpessoal e o uso obrigatório e correto de máscaras. É proibida a permanência nesses locais.

- Missas e serviços religiosos podem operar sem atendimento ao público, com 25% dos trabalhadores, para captação de áudio e vídeo das celebrações.

- Os bancos, lotéricas e similares podem realizar atendimento individual a clientes, sob agendamento, com 50% dos funcionários.

Neste momento mais delicado da pandemia, proteja-se, assim você protegerá também pessoas que você ama.

Imagens



correiodoslagos

EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos