Coluna Política

Tensão e ação em tempos de Covid-19

Edson Varela - 721

Tivemos registros de mortes por Covid-19 em Lages, Anita Garibaldi e Celso Ramos. Municípios que antes de julho registravam casos, mas sem fatalidades. Falando no nosso entorno mais próximo, temos ainda registros de óbitos em Vargem, Esmeralda, Campos Novos e nove vítimas fatais ali em Vacaria. Além dessas perdas, o número de casos é crescente. Daí a indispensável adoção de medidas por gestores municipais com adesão da ampla maioria das pessoas.

Não se tem certeza se esta ou aquela medida, como fechamento do comércio em Anita, é a correta ou adequada. Mas não dá para questionar. Usando nosso linguajar serrano, percorremos um banhado desconhecido, onde não sabemos o que é terra firme e o que encontraremos adiante. Assim, carece de aderir às medidas e torcer para que isso que chamam de pico da doença seja vencido e saiamos do banhado pandêmico sem muitas perdas. "Nenhum prefeito quer fechar ou parar o comércio. Mas em nosso município o número de casos crescia muito e foi preciso tomar medidas", explica João Cidinei após decidir pela reabertura das atividades.

Polícia Militar tem sido fundamental no enfrentamento de aglomerações. O prefeito reconhece isso. João Cidinei aponta que a articulação do Subtenente Mário Chaves permitiu manter uma equipe na cidade (atuando com a Polícia Civil) e outra no interior. "Essa presença no interior evitou festas e aglomerações". O prefeito ainda alerta para a transmissão comunitária. "Houve situação em Anita onde o filho saiu e, ao voltar, trazendo o vírus, transmitiu para os demais membros da família. As pessoas precisam saber que a realidade é essa e prevenção é à medida que se impõe a todos".


Reconhecimento ao trabalho liderado pelo Subtenente Chaves e integrantes da briosa na fiscalização às medidas em Anita

CONTRA A COVID - Prefeita Milena Lopes (PL) na presidência do Consórcio de Saúde da Amures (CIS) articula com colegas prefeitos e especialistas a hipótese de se adotar estratégia de abordagem precoce com fármacos que, mesmo não antivirais, atrapalhariam a replicação do vírus da Covid-19 no organismo de pacientes, evitando ou reduzindo a potencialidade da doença. Segundo Milena, está se buscando consenso com prefeitos da Amures (Serra), Ammoc (Meio Oeste), Amurc (Contestado) e Amplasc (Planalto Sul) sobre essa estratégia. "Poderemos até nos tornar referência para outras regiões do Estado", observa a presidente do Consórcio de Saúde da Amures e prefeita de Vargem.


Prefeita Milena liderando ação para tentar a chamada abordagem precoce no enfrentamento à Covid-19

MAIS COVID - Presidente da Amures, prefeito Celso Rogério (Correia Pinto) pediu que a prefeita Milena oriente a identificação dos laboratórios e fornecedores de medicamentos para uma possível ação de abordagem precoce. Milena Andersen concorda com uma tomada de decisão urgente, mas orientou sobre a forma adequada de fazer isso. Para embasar essa providência, participou da reunião com prefeitos o coordenador de um grupo de médicos que atua no Brasil, com abordagem precoce da Covid-19. Trata-se de Luciano Azevedo. Ele explicou que 85% dos contaminados não sentem os efeitos do vírus e outros 15% têm sintomas. "Desses 15% um percentual de 30% pode evoluir para forma grave se nada for feito". E tratar os sintomáticos é o que propõe o médico, num trabalho em parceria com os municípios e as unidades de saúde. Prefeito Lucimar Salmória, cujo município de Abdon Batista integra o Consórcio, participou da discussão.


Prefeito Lucimar na videoconferência que discutiu o uso de fármacos para enfrentamento à Covid-19

SALÁRIOS EM ANITA - Protocolado na Câmara de Vereadores já está definido o valor de subsídios de vereadores, prefeito, vice e secretários para a próxima legislatura. Quem se eleger no dia 15 de novembro deste ano receberá a partir de janeiro de 2021 os mesmos valores atualmente pagos aos agentes políticos em Anita Garibadi. Cada vereador, por exemplo, recebe o montante de R$ 2.591,00 bruto por mês.

SALÁRIOS NA REGIÃO DOS LAGOS - Além desse valor de R$ 2.591,00 a vereadores em Anita, temos o montante que os demais recebem aqui na Região dos Lagos. Cada vereador em Cerro Negro recebe R$ 2.757,00 mensais. Em Abdon Batista o valor é um pouco mais: R$ 3.051,00. Com seus R$ 3.739,00 os vereadores de Capão Alto eram e continuarão sendo os que têm melhor remuneração na Região dos Lagos. E os primos pobres de salários são os de Vargem que paga atualmente pouco mais de R$ 3 mil a cada vereador. E com o projeto de redução salarial aprovado, quem se eleger no pleito deste ano receberá R$ 2 mil mensais.


Cada vereador de Anita recebe atualmente R$ 2.591,00. É o município com menores salários aos vereadores

UMA OBRA, SÓ UMA OBRA! - Embora com o debate político meio desaquecido, vereador Ina Matos não se recolhe de observar dados e informações da atual administração. Ele argumenta que a gestão se sustenta em cima de informações que não se consegue saber o que há de realidade. "E você vê em todos os municípios a execução de obras com recursos próprios. Queria que o prefeito apontasse a lista de obras, talvez uma obra que tenha feito com dinheiro próprio", desafia Ina Matos.


Ina Matos cita que não há obras com recursos próprios em Anita

SE TIVER UM DESVIO... - Prefeito João Cidinei, por sua vez, quando de uma prosa lá no começo do mês apontava, para deixar claro a postura honesta como gestor, que: "Se acharem um único centavo de uma nota que a administração do João Cidinei desviou, eu renuncio. Não quero nem ser mais prefeito. O que fiz foi entrar com uma administração com responsabilidade e transparência e respeitar cada centavo".


João Cidinei e a garantia de que tem mãos limpas como prefeito em Anita. Inclusive aponta que qualquer incorreção eventualmente apontada pelo TCE/SC sobre suas contas, não decorrem de dolo

PERSONAGENS DA ELEIÇÃO 2020 - Quando se fala em protagonistas da eleição deste ano aqui na Região dos Lagos, um dos nomes é de Firmino Aderbal Chaves Branco. Ele tem toda uma história de atuação como líder político em Campo Belo do Sul com expressivas vitórias, uma derrota ou outra, mas o foco na atividade pública. Tende a ser o candidato do PP a prefeito. Se não vier, a nora Claudiane Pucci poderá integrar uma majoritária em nome da família. Homem de muitos votos e de costumes antigos onde o fio de bigode valia mais que qualquer assinatura, pode anotar: Firmino Branco vem para o jogo em Campo Belo!


Firmino Branco já administrou em mais de uma oportunidade Campo Belo do Sul e deve ser candidato pelo PP em 2020

PITACOS DA ELEIÇÃO 2020

Vargem - Como ninguém ganha eleição sem uma boa coligação, PL da prefeita Milena e PSB do vereador Roberto Mendes proseiam em Vargem.

Contas - Andam dizendo por aí: "Placar de João Cidinei na votação das contas vai ser parecido daqueles 7 a 1 da Alemanha".

Campo Belo - Quem fez festa e discursou em plena pandemia em Campo Belo segue de barbas de molho. MP está de olho!

No Cerro - Impressão nossa ou esse recolhimento do Ivanor Barbosa deixou o PT menos protagonista em Cerro Negro?

De Abdon - Escrevemos que Lucimar Salmória não tem nome para sucedê-lo. Recebemos a mensagem: "Se o Lucimar indicar um poste, vence a eleição". Nem tanto, eu acho!

No Capão - Desenharam-se até cinco candidaturas, mas Capão Alto deve ter uma chapa com Tito à reeleição e outra tentando derrotar o atual prefeito!

SEM DÉCIMO... - Chama atenção o julgado do recurso extraordinário (RE 1.066.677) relatado pelo ministro Alexandre Moraes no STF. Com repercussão nacional (ou seja, vale para Anita, Campo Belo, Cerro Negro, Lages, São Paulo e assim por diante) decidiu-se que "servidores temporários não fazem jus a 13.º salário e férias remuneradas acrescidas do terço constitucional". Isso mesmo.

E NEM FÉRIAS? - Quem for temporário não tem direito a tais benefícios, salvo se houver previsão legal ou se a administração efetue sucessivas contratações do mesmo servidor. Sugestão é que as áreas jurídicas das Câmaras de Vereadores analisem esse julgado (com repercussão geral) e deem a previsão legal (ou seja, criem lei municipal nesse sentido). Do contrário, no final do ano as prefeituras não precisam (e nem devem) pagar 13.º e férias aos contratados!



correiodoslagos

EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos