João Cidinei e Menegazzo: Grandes vencedores

Edson Varela - 737

Não se sabe o que guardam os próximos capítulos da eleição anitense. Mas por antecedência é possível constatar dois grandes vencedores nesta eleição: João Cidinei, o prefeito reeleito, foi o principal vencedor. Ele sofreu desgaste de toda ordem pela impugnação da candidatura. Fez uma administração de altos e baixos por causa das poucas obras decorrentes, segundo ele, da arrumação que precisou implementar numa prefeitura cheia de encrencas financeiras. E apesar desses percalços lá está ele como o mais votado em Anita.

Da mesma forma, Henrique Menegazzo pode se considerar vitorioso, mesmo se o atual prefeito lograr êxito no recurso do TSE. O eleitor anitense apostou no perfil jovem e técnico do candidato do PSL, creditando a ele esses expressivos 2.071 votos (151 a menos que João Cidinei). Se não assumir como prefeito, diante de um eventual tropeço do vencedor no referido recurso, Menegazzo se credencia para futuros embates políticos no município. Basta manter a postura que lhe rendeu essa enxurrada de votos, além de parcerias como essa com o PSDB.

DEU O PREVISTO - Sobre o resultado final das urnas, independente do que vier do recurso no TSE, confirmou aquilo que dizíamos sobre um relativo favoritismo de João Cidinei. Era visto que as outras três candidaturas dividiriam votos e facilitariam a vida do atual prefeito. Não deu outra. Como todos os partidos de oposição a João Cidinei achavam que o prefeito estava desgastado, entenderam que seria uma eleição fácil. Deram com os burros n'água, especialmente sigla como MDB, PT, PSD e o próprio Cidadania cujas somas de votos a gente só não conceitua como fiasco em respeito às lideranças que integram tais agremiações partidárias.

ENCOLHIDA DO MDB - Já escrevemos sobre a decepção com o MDB de Anita. E as urnas confirmaram a situação. Emprestando a vice ao Cidadania, apenas 163 votos separaram a referida chapa do lanterninha, Zezo Matos, que concorreu na dobradinha do PT com o PSD. O partido de uma história de militância significativa no passado só não passou em branco em Anita porque elegeu a professora Geneci que conquistou a vaga pela regra eleitoral e não pelo número de votos, já que o primeiro suplente do PL, Jardel Suppi, fez 22 votos a mais que ela.

CINCO DO PL - Coloque-se na lista de vitoriosos em Anita, o Partido Liberal. A sigla elegeu cinco vereadores, fazendo a maioria na Câmara e permitindo um segundo mandato mais tranquilo no Legislativo, caso João Cidinei obtenha êxito no TSE. Destaque para o mais votado, Oliveira Conrado, que inclusive fora cogitado para ser vice na chapa pura do PL. Julinho Pinheiro, outro batalhador na defesa do atual prefeito, também emplacou na Câmara e se credencia para ser o primeiro presidente do Legislativo na próxima legislatura.

O QUE É ISSO COMPANHEIROS? - Esperava bem mais do PT nas urnas em Anita. Zezo Matos descobriu da pior forma que não adianta só vontade para virar prefeito. Foram 591 votos. O partido fez 983 à Câmara. Significa que quase a metade dos eleitores votaram nos vereadores do PT, mas não no candidato a prefeito do partido. Paulo Chatão não se reelegeu e lamento pelo professor Miguel Dutra, uma cabeça pensante que faria bem ao Legislativo. Méritos à comunidade dos Galvão que conseguiu emplacar Cláudio Pires, o mais votado do PT e que conquistou a única vaga da sigla à Câmara.

RENOVAÇÃO - Apenas dois dos atuais vereadores retornam ao Legislativo ano que vem. Oliveira Conrado como o mais votado e o Campeiro, que herdou a vaga neste mandato e se garantiu como titular na próxima legislatura. Além da não reeleição de Paulo Chatão, o atual presidente da Câmara, Antônio Figueiró, não só ficou fora, como amargou a terceira suplência do PSD, com apenas 38 votos. O eleitor foi implacável com a atual safra de vereadores de Anita. 

PROGRESSISTAS EM ALTA - Dos partidos que foram às urnas aqui no lado catarinense da Região dos Lagos, nenhum foi tão exitoso quanto o PP. A sigla simplesmente emplacou os prefeitos de Cerro Negro (Ademilson Conrado), Campo Belo do Sul (Claudiane Varela Pucci) e Capão Alto (Tito Freitas). No lado gaúcho o PP elegeu os prefeitos de Pinhal da Serra (Robito e o vice Ricardo) e de Esmeralda (Professor João). Ainda ajudou a eleger o prefeito indicando o vice em Abdon Batista (Cleito Pitz) e Vargem (Ivo dos Passos).

PL TAMBÉM SE DESTACA - Da mesma forma o PL mostrou força elegendo Luizangelo Grassi (Zinho) em Celso Ramos, Milena Lopes reeleita em Vargem e João Cidinei. Também emplacou o vice de Anita. Neste nosso canto do mapa catarinense, PP elegeu três prefeitos e dois vices, PL três prefeitos e um vice. PSD elegeu o vice em Celso Ramos (Alvadir), Cidadania o vice do Cerro (Lai). Para não passar em branco, o PSDB venceu com a vice em Campo Belo (Ilzete). 

MDB NOS LAGOS - Sem querer ficar malhando o MDB, mas a sigla venceu em Abdon Batista, numa disputa apertadíssima contra o Abelha Filho, onde o vereador Dile se tornou prefeito com meros 44 votos de vantagem e emplacou o vice em Capão Alto, com Zezo Pires. Mas na disputa como prefeito, perdeu em Campo Belo e Vargem. Além do revés em Celso Ramos, Cerro Negro, Campo Belo e Anita, onde tinha candidatos a vice. 

ELEIÇÃO DA VARGEM - Nem o mais sintonizado na política imaginaria uma eleição tão acirrada em Vargem. Milena Lopes vem de um mandato bem conduzido, com ações e obras que exteriorizam a boa gestão. Mesmo assim se evidenciou a rivalidade entre os dois lados da disputa. Milena venceu com 28 votos de vantagem o candidato Peixe do MDB. As urnas fizeram justiça ao bom trabalho no atual mandato, mas fiasco o candidato do MDB não fez.

EM CAMPO BELO - Com imenso respeito à prefeita eleita em Campo Belo do Sul, Claudiane Varela Pucci, mas parte do resultado é mérito de Firmino Aderbal Chaves Branco. Ele teve o bom senso de renunciar à candidatura, diante do risco do recurso no TRE/SC não sair em tempo hábil. Saiu da chapa, mas não do jogo. Com seus méritos, agregando o perfil de renovação da própria candidata, o resultado foi espetacular. As vencedoras fazem história como as primeiras mulheres a administrar o município. E essa alternância na Prefeitura vai fazer muito bem para Campo Belo do Sul.

ESCLARECENDO ANITA - Informamos isso na versão digital do Correio dos Lagos, mas apenas para reforçar: independente do resultado do recurso de João Cidinei no TSE, a lista de eleitos na Câmara de Anita não muda. Os votos atribuídos aos vereadores de forma casada com o candidato a prefeito não sofrem alteração porque são autônomos. Significa que, se numa eventualidade João Cidinei tiver a candidatura indeferida e os votos para prefeito anulados, na decisão do TSE, para vereador a votação é válida normalmente. Não muda mais!




correiodoslagos

EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos