Adrenalina e emoção sobre duas rodas

Texto: Kely Matos - 641

Fotos: Divulgação

O amor pelo esporte praticado sobre duas rodas, a adrenalina, o barro e a emoção de estar em meio a natureza e a possibilidade de desbravar lugares, reunir amigos e familiares são as sensações sentidas pelos praticantes de trilhas de motos.

Em Anita Garibaldi são cerca de 50 praticantes que fazem parte de dois grupos: Os Trilameiros Moto Trail e Trilheiros Lobo's do Bréjo Off Road, os quais participam de trilhas em outras cidades e também de passeios aos finais de semana pelo interior do município.


O integrante da Equipe Trilameiros, Demian Dias, foi um dos primeiros a iniciar as aventuras sobre duas rodas. Demiam também é o presidente do grupo e destaca um dos objetivos da prática deste esporte: "Nosso objetivo não é só andar de moto, buscamos criar vínculos, formar uma família com integrantes responsáveis e que aceitam a forma de pensar e agir da nossa associação, de seus integrantes e daqueles que têm orgulho de fazer parte do grupo", comenta Demian enfatizando que para fazer parte da associação é necessário respeitar algumas regras como por exemplo, ser maior de idade, andar de moto a pelo menos 6 meses, possuir todos os itens de segurança para garantir que os passeios sejam de tranquilidade, evitando possíveis incidentes.

Outro integrante do grupo, Leonardo Mota, destaca que todos os terrenos utilizados para a realização das trilhas são autorizados pelos proprietários e que todos têm responsabilidades, como por exemplo deixar todas as porteiras fechadas, se encontram cercas arrebentadas, eles arrumam, caso vejam gado machucado avisam os donos, além de se encontrarem alguma anormalidade nos terrenos que frequentam buscam sempre informar os donos.

Vale ressaltar, também, que os trilheiros quando identificados pelas camisetas estão autorizados pela Polícia Militar a circular pelas ruas da cidade, desde que seja de suas residências até os locais de realização das trilhas.

O Grupo dos Trilameiros existe desde o ano de 2010, mas se consolidou somente em 2014 com a união de mais adeptos ao esporte. Além das trilhas realizadas no interior do município, também participam de trilhas em outras cidades. Os Trilameiros fazem em média 10 trilhas durante o ano em cidades vizinhas, com isso levam o nome de Anita Garibaldi para outros locais.

Geralmente as trilhas têm duração de um dia, são percorridos em média 80km, sem premiações, reunindo cerca de 400 participantes.

Perguntados qual o melhor clima para fazer uma trilha, eles não hesitam em falar que é com barro e após as chuvas. "Nós não queremos andar em terrenos planos, nem seco, buscamos desbravar lugares, percorrer caminhos trilhados somente pelo gado, seguir o rumo da natureza e se encantar com ela, em locais que muitas vezes são desconhecidos por todos", destacam Demian e Leonardo.

Os trilheiros pensam em realizar eventos como nos demais municípios vizinhos, porém não visando lucros para o grupo e sim reverter para entidades do município, assim como foi realizada a ação de final de ano, com a distribuição de doces e brinquedos para as crianças carentes de Anita.





---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Fundado em 18 de novembro de 2016, o Grupo de Trilheiros Lobo's do Brejo Off Road possui 26 integrantes, entre homens e mulheres, sendo um (in memórian), tendo como presidente da associação, Idair Kleberson da Silva. 

De acordo com um dos integrantes do grupo, Éder Figueiró de Jesus, os objetivos são curtir os desafios, lamas, adrenalinas e muita diversão sobre duas rodas, buscando sempre a integração com a natureza, criando vínculos de amizade com outros participantes durante o trajeto e seus familiares, além de levar sempre o nome da cidade a cada município que passam, porém sempre conscientes de que não podem abusar da velocidade.

O grupo realizou no mês de setembro de 2018 o primeiro evento, sendo um jantar com bingo, reunindo cerca de 400 pessoas. Éder destaca que a família é muito importante. "Somos um grupo muito unido e amigos para o que der e vier, nas alegrias e nas tristezas que nos pegam de surpresas, formamos assim um laço familiar muito forte entre nós, e nossas famílias particularmente, somos completamente ligados. Zelamos por cada familiar, e sempre que podem, participam com a gente nos eventos em que vamos. Nunca pilotamos só, a família é nossa base e estará sempre presente com a gente" comentou.

Segundo o integrante do grupo, este é um esporte pouco valorizado no município e na região, porém muito julgado. O grupo pretende realizar em 2019 o 1º Trilhão dos Lagos, buscando parceria com o poder público e também com a igreja, e também irão realizar o 2º Jantar aberto a toda a comunidade.

Perguntado sobre como é a convivência entre os dois grupos, Éder enfatiza que são grupos com pensamentos diferentes, porém com o mesmo objetivo de diversão. "Somos amigos dentro e fora dos grupos", finaliza.




Quem quiser conhecer um pouco mais sobre o esporte, basta seguir as redes sociais dos grupos.





correiodoslagos


EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos