Uma primavera ensolarada e seca

733

A primavera chegou, com ela as flores e algo que não esperávamos: a estiagem. São dias e dias com volume muito reduzido de chuva. O clima está seco, as pessoas sentem, a natureza está lamentando também.

Nas lavouras e pastagens, o reflexo da falta de água e a preocupação, principalmente daqueles que sobrevivem do meio rural. Chega a cada dia, em que o sol não dá espaço para a chuva, a inquietação de como serão os resultados dos próximos dias. Infelizmente, segundo órgãos ligados à área, há estimativa de prejuízos.

Além do campo, há reflexos na cidade. Começa em alguns municípios da Região dos Lagos, o racionamento do uso de água, porque os reservatórios estão em nível preocupante.

Em tudo isso, campo e cidade, é preciso que todos sejam responsáveis e façam sua parte. É preciso cuidar da nossa casa comum, da natureza, afinal somos filhos desse meio e totalmente dependentes de tal. Não adianta querermos transformar o mundo, pensando ser para o melhor, e deixar de lado o cuidado com o meio ambiente. Quando falta chuva, quando chove muito, ou quando ocorre qualquer outro fenômeno da natureza, o ser humano se vê incapaz de controlar ou mudar.

A cada dia, quando o sol se põe, e cada amanhecer está junto o desejo da presença da chuva. Esperamos confiantes por ela e sempre lembrando que cuidar é dever de todos e todos os dias.




correiodoslagos

EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos