Editorial

O alerta vermelho foi lançado

721

O que lá no mês de março para alguns era apenas uma gripe passageira, para muitos hoje significa saudade e tristeza pela perda de entes queridos, familiares, amigos e a insegurança de que a cura ainda demorará alguns meses para chegar e a vacina não será para todos.

Essa semana muitas reportagens a nível mundial destacam o avanço da ciência e tecnologia nos testes de uma vacina contra o vírus mortal que se instalou no mundo inteiro. O Coronavírus ainda não tem cura e, segundo a imprensa nacional, uma pequena parcela da população passará a virada de 2020 para 2021 já vacinados contra o vírus. Expectativa é que em dezembro a vacina seja aplicada em idosos, pessoas com comorbidades e profissionais da saúde que estão na linha de frente na pandemia, que já se estende por longos quatro meses e deverá passar para o ano de 2021 com o vírus ainda ativo.

E quando se fala em alerta vermelho é porque o que se tanto temia, está acontecendo, o colapso nos hospitais com a falta de leitos para acolher os casos mais graves da doença e também pessoas com outras doenças, pois não é porque o Coronavírus surgiu que as outras doenças pararam, diariamente são necessários leitos de UTI para acometidos com AVC, problemas cardíacos entre tantas outras doenças que surgem junto com a Covid-19.

Na Região dos Lagos, os municípios que fazem parte da região da Amplasc tem como referência o município de Joaçaba que se encontra com a capacidade lotada para receber novos pacientes. Já os municípios pertencentes a região da Amures, a referência é Lages e os leitos adultos de UTI estão com a capacidade 92% comprometida, o que significa que se alguém dessas regiões necessitar de atendimento especializado e leitos de UTI terão que ser direcionadas para outras regiões do estado, como já aconteceu com paciente de Anita Garibaldi, que precisou ser transferido para Concórdia devido à falta de leitos em Lages. Em Vacaria, que é referência para a população de Pinhal da Serra e de Esmeralda, segundo dados apresentados no site do Governo do Estado, a taxa de ocupação é superior a 75%.



correiodoslagos

EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos