Editorial

Comércio fechado e muitos descontentes

720

Impossível agradar a todos, mas necessário para tentar controlar a circulação do vírus que a cerca de quatro meses mudou a vida do mundo inteiro. Tomar a decisão através de decretos, de que fechar o comércio é uma das alternativas para tentar controlar o vírus é algo que causa indignação de alguns comerciantes e gera o sentimento de segurança em outros. Então é muito difícil contentar a grande maioria, mas o fato é que se não se toma nenhuma atitude o problema ganha proporções que se tornam difíceis ou quase impossíveis de se controlar e solucionar.

Muito se fala no aumento rápido de pessoas infectadas com o vírus no município de Anita Garibaldi, comparando com os demais da região. Vale ressaltar que é possível realizar a testagem para Covid-19 nos laboratórios particulares anitenses e muitas pessoas procuram esse serviço para tirar dúvidas ou até mesmo porque tiveram contato com alguém positivado, e acabam descobrindo o vírus ativo em seus organismos, porém sem sintoma algum, e essas pessoas entram para quarentena e para o índice de positivados no município, causando assim um aumento gradativo de casos positivos, o que não ocorre em outros municípios da região em que a testagem em laboratórios particulares não é permitida.

Outro ponto que vem chamando a atenção é com o descuidado das pessoas, que parece terem encontrado a cura para a Covid e voltaram a viver como se o vírus não estivesse circulando de maneira comunitária. São festinhas, reunião de pessoas, jantares e a tão falada aglomeração de pessoas sem cuidado algum está sendo visível. Quem não faz os tumultos na cidade, buscam sítios e lugares retirados aos olhos de quem fiscaliza ou deveria fiscalizar.

Falando em fiscalização, hoje os órgãos competentes para realizarem essa árdua tarefa são a Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros e Vigilância Sanitária, porém cada cidadão consciente pode e deve fiscalizar e vendo alguma ação errada, comunicar esses órgãos competentes. Todavia, vale chamar a atenção de que se cada um fizer a sua parte, cada um colocar a mão na consciência e perceber que se fazer certo, ficando em casa e evitando as aglomerações, não seria necessário o trabalho de fiscalização desses órgãos.

São quatro meses de incertezas que atinge a todos, sem distinção de raça, cor, religião, classe social e a única certeza é de que se você não se cuidar, você vai contrair o vírus e poderá transmitir para seus pais, irmãos, avós, tios, colegas de trabalho e até mesmo para o atendente da farmácia, do supermercado pode se contaminar devido a sua falta de higiene e cuidados, devido a sua falta de responsabilidade.

Fique ligado e seja uma pessoa educada com a sua saúde e a saúde de quem está próximo a você.




correiodoslagos

EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos