Cada um é responsável pelo consumo e preservação

08 Fevereiro 2019 10:36:09

Por Jornal Correio dos Lagos - 644

O corpo humano é composto 70% por água, sendo ela essencial para a sobrevivência da espécie humana, depois do oxigênio é da ausência da água que o corpo humano mais sentirá, por isso é muito importante manter o organismo hidratado.

Ter acesso a água potável e de qualidade é um direito de todo cidadão que contribui através do pagamento de impostos e faturas de água, mas em Campo Belo do Sul a falta desse bem tão precioso e necessário para a sobrevivência e também para os afazeres diários e manutenção da higiene, vem causando transtornos.

Boa parte da população campo-belense vem sofrendo com as faltas frequentes de água, que de acordo com os moradores se tornou algo diário e essa falta não tem a ver com falta de pagamento e sim o não funcionamento de um poço perfurado há mais de um ano e que agora parece estar perto de ter o problema solucionado com a ativação do poço e aumento da vazão da água, fazendo com que a cidade volte a ser abastecida por completo, mas isso não significa também que a população não necessite poupar e utilizar com consciência.

De acordo com a Organização das Nações Unidas, cada pessoa necessita de 3,3 mil litros de água por mês (cerca de 110 litros de água por dia para atender as necessidades de consumo e higiene). No entanto, no Brasil, o consumo por pessoa pode chegar a mais de 200 litros/dia.

Em uma média total, a maior parte da utilização da água é realizada pela agricultura, que detém 70% do consumo; seguida pela indústria, que detém 22%; e pelo uso doméstico e comercial com 8%. No entanto, nos países subdesenvolvidos, essa média é diferente: a agricultura representa 82%; a indústria, 10%; e as residências, 8%. Nos países desenvolvidos, a relação dessas atividades com o consumo é de 59% para a indústria, 30% para a agricultura e 11% para o uso doméstico.

É preciso economizar e cuidar desse bem tão precioso, segundo estimativas da ONU cerca de 700 milhões de pessoas em todo o mundo sofrerão com a falta de água até 2030. Atualmente em todo o planeta, 40% das pessoas são afetadas por falta de água e mais de 2 bilhões de pessoas bebem água insegura para consumo e 4,5 bilhões não têm acesso a serviços sanitários. São dados alarmantes que precisam de uma solução imediata e cabe a cada cidadão, mesmo com acesso facilitado, de economizar e preservar.

Faça sua parte, preserve!




correiodoslagos


EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos