População deve se vacinar contra febre amarela

Anita Garibaldi

Fernando Junior Ambrosio

 

A febre amarela é uma doença infecciosa transmitida por mosquitos contaminados por um flavivirus e ocorre na América Central, América do Sul e na África.

No Brasil a febre amarela pode ser adquirida em áreas silvestres e rurais, onde o indivíduo entra nas regiões de risco que se encontra o mosquito Aedes aegypti ou Aedes Albopictus e consequentemente está disposto a ser picado por algum desses mosquitos já infectado com o vírus, que é transmitido através de bugios e macacos.

O Aedes aegypti e o Aedes albopictus proliferan-se nas casa, apartamentos, em qualquer recipiente que contenha água limpa, como caixas d’água, cisternas, latas, pneus, cacos de vidro, vasos de plantas. As bromélias que acumulam água na parte central são um dos principais criadouros nas áreas urbanas, esse locais servem de depósito dos ovos , de onde surgem as larvas e depois irão formar os mosquitos adultos.

Esse mosquito transmissor da febre amarela é o mesmo que transmite a dengue. Ambos picam durante o dia, ao contrário do mosquito comum, que tem atividade noturna.

O período de incubação é de três a sete dias após a picada. Os sintomas iniciais são inespecíficos como febre, cansaço, mal-estar, dores de cabeça e musculares (principalmente no abdômem). Náuseas, vômitos e diarréia também surgem por vezes. A enfermidade não se transmite diretamente de uma pessoa para outra.

Os sintomas iniciais da febre amarela, dengue, malária e leptospirose são os mesmos. Portanto, é necessário a realização de exames laboratóriais para diferenciação. Mas o melhor a fazer se caso venha ter esses sintomas é a procura de um médico ou posto de saúde.

 

A Prevenção

A prevenção dá-se através do combate ao mosquito e a vacina contra a febre amarela.

 

Combate ao mosquito

Algumas medidas são essenciais para combater o mosquito transmissor.

Substituir a água dos vasos de plantas por terra e manter seco o prato coletor;

Utilizar água tratada com cloro (40 gotas de água sanitária a 2,5% para cada litro) para regar as plantas;

Desobistruir as calhas do telhado, para não haver acúmulo de água;

Não deixar pneus ou recipientes que possam acumular água.

Manter sempre tapadas as caixas de água, cisternas, barris e filtros;

Colocar o lixo domiciliar em sacos plásticos fechados ou latões com tampa;

Vacinação;

A vacina contra febre amarela tem 95% de eficácia e uma validade por 10 anos. A pessoa não deve tomá-la novamente enquanto a validade permanecer. A vacina é composta por vírus atenuado.

Ela só passa a fazer efeito 10 dias após a sua aplicação.

De acordo com o responsável pelo setor de vigilância sanitária de Anita Garibaldi Fernado Henrique de Oliveira "Se por ventura alguém encontrar macacos, bugios mortos ou restos desses animais e também animais separados do bando, favor avisar o mais rápido possível a vigilância sanitária, para que sejam tomadas as devidas providências. Aconselha-se não mexer no local e se possível cercar o animal para que outros bichos não venham manter contato" declarou Fernando.

 

A Vigilância sanitária

informa

Para limpeza de caixas de água e reservatórios utiliza-se o produto Hipoclorito de sódio. Esse material está disponível no setor da vigilância para a população, com distribuição gratuita.

 

Quem tiver informações ou dúvidas podem ligar para a vigilância sanitária pelo telefone (49) 3543-0222 ramal 26 ou 8842-1883 e pelo e-mail dvsanitagaribaldi@ymail.com.

 

Campanha de Vacinação

 

Inicia no dia 27/04 a campanha de vacinação contra a febre amarela. Todas as pessoas deverão ser vacinadas a partir de 1 ano de idade, as gestantes e diabéticos deverão fazer uma avalização médica antes de tomar a vacina.De acordo com o Secretário de Saúde Nilson dos Santos "Até o início da campanha serão vacinadas apenas as pessoas que precisam viajar com urgência para as áreas de risco. Serão disponibilizadas mais de 11 mil doses para o município de Anita Garibaldi" informou o secretário.

Kely Matos



correiodoslagos


EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos