laboratório ambrosio - De olho na saúde

Perimenopausa & Menopausa

Fernando Junior Ambrosio

Perimenopausa & Menopausa

 

em antes de a menstruação ter fim (a menopausa), os níveis hormonais da mulher oscilam por mais de dez anos, período conhecido como perimenopausa. Nessa fase, a mulher ainda menstrua, mas apresenta sintomas de redução nos níveis hormonais. Durante a menopausa, o corpo da mulher produz homônios de reprodução com menor quantidade, não libera mais óvulos e não menstrua. Alguns dos sintomas da perimenopausa (climatério) e da menopausa são ondas de calor, oscilações de humor, sudorose noturna, insônia e ressecamento vaginal.

O QUE CAUSA

A perimenopausa ocorre à medida que os ovários reduzem gradativamente a produção dos hormônios femininos estrogênio e progesterona. A carência de hormônios ovarianos durante a menopausa, ou resultante da remoção cirúrgica do útero e dos ovários (ooforectomia+histerectomia), interrompe a ovulação (período em que o óvulo é liberado para fertilização) e a menstruação. A mulher está na menopausa após seis a doze meses consecutivos sem menstruar.

COMO OS ALIMENTOS PODEM AJUDAR

O consumo de alimentos com alto teor de fitoestrógenos pode aliviar os sintomas da perimenopausa e da menopausa. Alguns indícios sugerem que as isoflavonas, um fitoestrógeno encontrado em alimentos à base de soja, podem abrandar as ondas de calor (fogachos) e o ressecamento vaginal associados à menopausa. Dados epidemiológicos indicam que as mulheres que consomem fitoestrógenos de soja diariamente - em países como a China e o Japão - tendem a sofrer bem menos dos sintomas desagradáveis da menopausa. Em um recente estudo realizado com 1.000 japonesas na faixa dos 35 aos 54 anos, pesquisadores constataram que as mulheres que consumiam mais produtos à base de soja sofriam menos das ondas de calor próprias da menopausa.

A redução dos níveis de estrogênio durante a perimenopausa e a menopausa predispõe a mulher à osteoporose. Para evitar perda óssea, consuma grandes quantidades de cálcio e vitamina D, nutrientes que fortalecem os ossos.

Para atenuar a insônia e a depressão que muitas vezes acompanham a menopausa, consuma alimentos ricos em triptofano, como leite, frango e nozes. Esse aminoácido é convertido em serotonia no cérebro, promovendo relaxamento e tranqüilidade. O triptofano também ajuda a atenuar a depressão leve. Carboidratos complexos, como feijão, batata e grãos, podem ser igualmente úteis porque aumentam a biodisponibilidade do triptofano no cérebro.

Comer alimentos com alto teor de vitaminas do complexo B pode ajudar a combater a melancolia associada à depressão. Elas também ajudam na produção de certos neurotransmissores necessários para um sono tranqüilo.



correiodoslagos


EDITORIAS
1547797947.jpg

Rua Frei Rogério, 405, Sala 2, Centro, Anita Garibaldi, CEP 88590-000
Fone (49) 3543-0260

Redação: redacao@jornalcorreiodoslagos.com.br

Comercial: comercial@jornalcorreiodoslagos.com.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio dos Lagos